Diretriz de Serviços de Pagamento revisada

A PSD2 está prestes a sacudir o setor financeiro – e tudo que você precisa saber sobre esta nova norma europeia está aqui

Instituições Financeiras Operadoras de redes móveis
  • Não é nenhum segredo: a concorrência impulsiona a inovação. A PSD2 pode mudar a face da indústria financeira
  • A nova norma irá promover a melhoria da experiência dos clientes, além de uma segurança blindada, com base em sua robusta autenticação.
  • Com as soluções de autenticação e gerenciamento de identidade da IDEMIA, as instituições financeiras têm as melhores ferramentas à mão para capturar novas oportunidades de negócios trazidas por essa norma.

Pense nos itens que você usa no seu dia-a-dia – eles provavelmente surgiram ou foram drasticamente melhorados pela concorrência. Em 2018, as instituições financeiras esperam a mesma onda de inovação com a Diretriz de Serviços de Pagamento revisada (PSD2, do inglês Payment Services Directive).

Alimentando a inovação

A concorrência impulsiona a inovação – das tecnologias que usamos, passando pelos alimentos que consumimos, até a maneira como fazemos compras. E o mantra "quero agora" dos tempos modernos faz com que os clientes estejam sempre em busca do próximo grande lançamento – mantendo desenvolvedores e inovadores alertas e alimentando rupturas em inúmeras indústrias. A essência dessa ideia é a principal inspiração da PSD2 da União Europeia.

A nova norma, que entrou em vigor este ano, exige que bancos entreguem as chaves do cofre dos dados de clientes a terceiros -- com a sua autorização, é claro. Pela primeira vez na história da indústria, os novos operadores terão a oportunidade de ir em frente e criar produtos e serviços financeiros com acesso total aos dados mantidos pelos bancos. Embora as instituições financeiras possam enxergar a nova lei com um certo nível de incômodo, o fator de inovação subjacente é inegável – o que representa uma vitória não apenas para clientes, mas também para os próprios bancos.

Será que fácil também pode ser seguro?

Eis um exemplo com o qual é fácil se identificar: hoje, você talvez tenha contas bancárias em várias instituições financeiras, o que significa fazer login em vários sites ou aplicativos móveis, saltando entre janelas de navegação e tentando analisar seus hábitos de gastos em diversas plataformas. Com a PSD2, os bancos ou as fintechs podem se tornar agregadores – o que significa que eles podem acessar diretamente as contas bancárias do usuário e compilar todos os dados de transações em uma única plataforma. Embora os agregadores em si não sejam uma novidade (eles já existiam, graças a uma brecha na norma anterior), a PSD2 assegura que os agregadores autorizados passarão a seguir diretrizes rígidas a fim de garantir um elevado nível de proteção aos consumidores. No passado, os usuários tinham que assumir o risco de confiar a seu provedor de serviços de agregação as credenciais de suas contas bancárias. Com as interfaces abertas introduzidas pela norma, agora os consumidores podem solicitar de forma segura que seus diversos bancos concedam acesso a seus dados para este serviço de agregação. A otimização do processo simplifica a experiência do usuário, além de fortalecer a proteção de dados mais que nunca com a exigência de Autenticação Forte dos Consumidores (SCA, do inglês Strong Customer Authentication).

Como líder global em Identidade Aumentada, a IDEMIA está na vanguarda das soluções de SCA. A SCA exige a verificação de pelo menos dois dentre três fatores de autenticação independentes – inerentes (dados biométricos), de posse (algo que você tem, mais especificamente, seu smartphone) ou de conhecimento (um código PIN, por exemplo) – a fim de efetuar qualquer ação remota que possa implicar um risco de pagamento, fraude ou outros abusos. Então, vamos dizer que você quer tomar um empréstimo imobiliário. Hoje, isso significa reunir meses de extratos bancários e outros documentos financeiros e enviá-los a um corretor. No mundo pós-PSD2, as soluções biométricas da IDEMIA permitem que você comprove remotamente ser mesmo você, e autorize a financiadora a coletar os dados, diretamente a partir do seu histórico de transações bancárias – deixando você com mais tempo livre.

Falando de tempo livre, vamos falar sobre compras. Todos nós fazemos muitas compras online hoje em dia e estamos todos familiarizados com aquele entediante momento do checkout, quando precisamos sair do sofá, pegar a carteira e digitar o número do cartão de crédito. Claro, muitas lojas oferecem aos clientes a opção de salvar os dados do seu cartão – mas o que acontece se o site for hackeado? Em vez de permitir que sites de terceiros armazenem suas informações financeiras, com a PSD2 você pode conceder uma autorização temporária para iniciar o pagamento diretamente a partir da sua conta bancária.

Quando a SCA exige o mais alto nível de proteção, na IDEMIA estamos convencidos de que ela não deve se dar às custas da conveniência. Os consumidores podem ter uma perfeita experiência de SCA graças ao CloudCard+ da IDEMIA – uma solução móvel que lhes permite comprovar a sua identidade de maneira simples, através da combinação de três fatores de autenticação: o smartphone que eles possuem, um PIN que eles conheçam e quem eles são (com seus dados biométricos).

Uma oportunidade de atender melhor os consumidores

Lembra aqueles clientes "quero agora" que eu mencionei? Suas expectativas bancárias também estão aumentando. O que significa que a PSD2 e o choque de competição são uma boa notícia para as instituições financeiras. Abrir o acesso aos dados irá proporcionar aos bancos a oportunidade e a motivação para agilizarem suas ofertas, melhorarem websites e apps, fornecerem novos serviços chamativos – todas elas grandes ferramentas para atrair novos clientes, ou seja, os chamados nativos digitais.

A espinha dorsal de todas estas novas evoluções será o gerenciamento e verificação de identidade seguro e simplificado. Na IDEMIA, este é o cerne do nosso DNA, e estamos prontos para dar o próximo passo à frente junto com nossos parceiros bancários e iniciar uma nova era de inovação.